O anfiteatro romano de Verona pode vir a ter uma cobertura que permitirá fechá-lo e usá-lo em quaisquer condições atmosféricas. “Cobrir a Arena, um monumento que nasceu descoberto, é como querer tirar o tecto ao Panteão de Roma”, criticou o arquitecto suíço Mario Botta. Outro arquitecto, o italiano Massimiliano Fuksas, vê o lado prático de aumentar o potencial de “aproveitar o espaço no Inverno”. 

O projecto vencedor, da alemã Schlaich Bergermann (engenharia) e do atelier Gerkan Marg (arquitectura), estará pronto dentro de três anos e prevê um anel periférico sustentado no bordo superior do coliseu e uma cobertura formada por várias telas unidas por um sistema de cablagem. O sistema de recolha dos cabos está concebido de forma a manter o espaço aéreo quase completamente livre mas uma parte do monumento, a Sul, passará a estar sempre parcialmente coberta.

Source: Pôr um toldo no Coliseu de Verona